Filigrana do Cerrado

Filigrana do Cerrado é uma marca que nasceu no ano 2000. Sim, na virada do século, eu, Tânia Helou e o então meu namorado, Edênio de Paula, resolvemos também virar nossas vidas.
Eu da área financeira/administrativa mas amante dos trabalhos manuais e ele músico. Nos unimos para produzirmos folhas do cerrado revestidas em ouro.
Foi um desafio. Em Brasília não havia nada semelhante em termos de equipamentos, know-how, metais… enfim, só tinha a folha mesmo!
Outro desafio: não encontramos quem já comercializasse este produto. Tivemos que quebrar a cabeça, adaptar daqui, aprender um pouco dali, clientes dando idéias… e assim crescemos.
A produção que nasceu na varanda do apartamento foi para o subsolo comercial, cresceu para uma loja de frente para a rua, passou por outros três endereços comerciais e já expandimos as vendas para o site, com o mesma qualidade que buscamos desde o início, há 20 anos.
O nome Filigrana faz alusão à pratica da ourivesaria que consiste em entrelaçar e soldar delicados fios de ouro e prata.
Do Cerrado brasileiro vem a inspiração e a matéria prima das confecções, pois, neste caso, é a natureza quem faz os inúmeros fios entrelaçados presentes nas jóias.
São folhas secas, sementes e flores que se transformam, após passarem por uma técnica conhecida como galvanoplastia, em brincos, colares e pingentes folhados a ouro 18k.

Ligamos para Você!


Seu número de telefone não será usado para fins de marketing